Câmara de jaguarari: Suspeita de corrupção, abuso de poder, prevaricação e oportunismo


Mais uma vez a população vai a câmara de Jaguarari e nada de sessão.
É Mais uma quinta-feira sem quórum, somente o vereador Louri da Barrinha esteve presente,o povo aparece mas os vereadores não, descaso que já virou rotina.

Das 417 câmara da Bahia é a única que ainda não entrou em recesso e nem votou a Lei Orçamentária, podendo prejudicar ainda mais o município atingindo diretamente áreas essências como, Obras, Saúde e Educação.
“Falta de respeito com o povo que se desloca de suas casas para acompanhar junto ao legislativo as necessidades da cidade. Séria prudente cobrar dos nossos edis uma justificativa plausível para a ausência as sessões. Nada mais justo” disse Rafael que foi a câmara.
“Se o discurso dos vereadores era trabalhar para o interesse da população, ficou apenas no palanque. pois não é o que temos visto nas últimas sessões, protelando votação da Loa demonstra uma câmara preocupada em uma política contrária aos interesses da população. O prejuízo para o município é enorme” comenta Louri.
O que chama atenção de toda população é o fato que após a entrada da denuncia contra o Presidente da Câmara, referente a contratação de funcionários fantasmas com salários de quase dois mil reais, os quais residem e trabalham de carteira assinada em Riachão do Jacuípe, alguns vereadores sumiram das sessões sem qualquer justificativa, já sendo a segunda sessão consecutiva que não acontece por falta de quorum, uma vergonha, que levanta a suspeita sobre o possível envolvimento de outros edis, nesta lama que segundo a denuncia, a Câmara está atolada, tudo isto sob a presidência do vereador Sr. Márcio José Gomes de Araújo.


 jaguararinews
Câmara de jaguarari: Suspeita de corrupção, abuso de poder, prevaricação e oportunismo Câmara de jaguarari: Suspeita de corrupção, abuso de poder, prevaricação e oportunismo Revisados por Raphaella Araújo em janeiro 05, 2018 Avaliação: 5

Nenhum comentário