Greve de Servidores da Educação completa mais de 70 dias

Na última quarta-feira (4/10), os trabalhadores da rede municipal de educação de Campo Formoso, em assembleia realizada pelo Sindicato dos Servidores em Educação (SISE), fizeram uma avaliação do movimento paredista que já completa mais de 70 dias.
Os trabalhadores da educação relataram as dificuldades que estão vivendo por estarem com corte nos seus salários pelo terceiro mês consecutivo, sendo que nos últimos dois meses a maioria ficou com os contracheques zerados.
A situação tem gerado vários transtornos e constrangimentos para a categoria, que estão com todos os compromissos financeiros atrasados, e muitos não têm nem como comprar alimentos e o básico para a sua sobrevivência, atrelado a pressão psicológica que estes trabalhadores tem sido submetidos.
Todos esses problemas se dão ao fato da prefeita municipal, Rose Menezes, do PSD, em submeter os trabalhadores(as) a situações ditatoriais, sem negociação e respeito para com a classe que muito tem contribuído na formação da sociedade de Campo Formoso .
A greve é para reivindicar a reposição salarial e também por respeito e condições dignas de trabalho. Assim, mesmo em meio a todas as privações, humilhações, sofrimento, desgaste e dificuldades, a categoria decidiu em assembleia manter o movimento até que haja uma decisão judicial.
A FESPUMEB está em conjunto com o SISE programando um ato público o qual contará com a presença de lideranças sindicais de várias cidades. A FESPUMEB tem este compromisso de ajudar uns aos outros, e no caso de Campo Formoso já é notório que a gestão municipal não está preocupação com os professores, nem muito menos com a sociedade, por isso, estamos articulando novas mobilizações a fim de resolver o quanto antes esta situação, afirma o Presidente José Hélio.
 A união faz a força, e, é no sofrimento, na luta, que consolidamos a perspectiva de dias melhores, fora a ditadura e viva a democracia.
Greve de Servidores da Educação completa mais de 70 dias Greve de Servidores da Educação completa mais de 70 dias Revisados por Raphaella Araújo em outubro 10, 2017 Avaliação: 5

Nenhum comentário